logotipo

<< Retornar

Uso Teúrgico dos Salmos

Publicado em: 19/7/2012

Autor: Sadhu, Mouni


A Fonte desse material vem do trabalho do Abade Julio, renomado curandeiro, exorcista e contemporâneo de Papus, ora traduzido e oferecido por Mouni Sadhu em seu livro chamado “Theurgy1”.

O acesso a este ensaio deve ser respeitado como uma Verdade Sagrada e espera-se que seja tratado com seu devido valor.
 
Como a Teurgia difere da oração comum, é necessária uma preparação preliminar.
 
1. Os teúrgicos têm o conhecimento de que são meros instrumentos da Divindade. Procuram não impor suas próprias vontades. As operações teúrgicas têm como principio um profundo conhecimento que Deus é Amor, e deseja o melhor para toda sua Criação, sem exceções.

2. Toda operação teúrgica é desenvolvida com uma profunda convicção em Deus, o que se faz importante para os Teúrgicos desenvolverem com perspicácia. Qualquer preocupação ou dúvida poderá impedir seriamente a livre corrente de energia. De forma alguma a operação teúrgica deverá ser tentada se alguma dúvida aparecer e não for eliminada sendo deixada de lado, através por exemplo, por um período preliminar de oração, contemplação e meditação.

3. Todo tipo de estimulantes ou intoxicantes, como café, tabaco, vinho, carne e sexo deverão ser evitados por no mínimo 8 horas antes da operação. Muitos insistem em seguir uma total dieta vegetariana.
 
4. Ambos, teúrgico e o local de trabalhos deverão estar num estado purificado, limpo em todos os sentidos. Normalmente,  toma-se uma ducha rápida e veste-se com uma manta ou túnica apropriada para a atividade. Isto tudo ajuda a elevar a vibração interior.
 
5. O lugar deverá estar perfeitamente limpo e purificado por água e abençoado com incenso.
 
6. Na Abertura deverá o iniciado estar consciente de pedir a ajuda de todos os Anjos, Santos e demais Iniciados desta linhagem ou à aqueles que encontra uma profunda conexão.
 
7. Nenhuma quantia de dinheiro aceita para qualquer operação teúrgica. É impossível “comprar” coisas Celestiais com dinheiro terreno.
 
8. Os teúrgicos devem estar empregados e livres de débitos em todos os sentidos quantos forem possíveis. Argumentos e discordâncias são melhor resolvidas antes de entrar no local das operações teúrgicas.
 
9. Uma vida diária de oração, serenidade e calma devem ser especialmente cultivadas, desde que ajude a “carregar” a bateria teúrgica. Discursos desnecessários, crítica e fofoca deverão ser reduzidos ao máximo.
 
10. Os instrumentos Teúrgicos como velas, recipientes com óleo abençoado e água sagrada devem ser mantidos em lugar apropriado ou especial, roupas, mantas ou túnicas, toalha do altar, livros sagrados, deverão ser usados e manuseados apenas por companheiros aspirantes e iniciados.
 
 
Um Típico Ritual Teúrgico
 
 
Nunca se deve tentar praticar as operações teúrgicas de modo frívolo. Além do mais, é necessário estar inteiramente convencido de que os atos trazem benefícios no Plano Divino.
 
Após a purificação do local, inicia-se com as invocações, O Sinal da Cruz , ascender uma vela e queimar um incenso.
 
Os Salmos são ditos vagarosamente e com consciência.
 
Após um breve período de meditação e agradecimentos, apaga-se a vela e diz “AMEM” o que significa “selado na confiança”.
 
É aconselhado beber um copo d’água e após retornar ao local e guardar tudo o que foi usado, então, imediatamente voltar aos afazeres diários.
 

Tradução: Geórgia Nuño Racca
 
1 – Sadhu, Mouni: Theurgy: The Art of Effective Worship, Aeon Books
 
Link Amazon (01/09/2005)
 
Editora Incógnito
Caixa Postal 81 - Mogi das Cruzes/SP - CEP 08710-971
Telefone: (11) 9.9403-8626 (Seg. a Sex. das 09h às 18h)
É proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste site sem autorização por escrito da editora. © Copyright 2012 Editora Incógnito LTDA.
Intermol Internet